• dealform 728x90

Havaí – Oahu: Waikiki, a praia e o bairro

Waikiki Honolulu

Como já havia dito no post anterior, em Honolulu, o agito gira em torno de Waikiki, o principal bairro da cidade, que também dá nome à praia que banha seus arredores. É um dos grandes points turísticos de Honolulu. É onde estão os restaurantes mais famosos, onde estão as grandes cadeias de hotéis, de onde saem os principais passeios turísticos, enfim, é o coração pulsante da capital havaiana.

Waikiki

Área que engloba o bairro de Waikiki

 

E por onde começamos a descrição? Pela praia, claro. E por que não, por uma imagem de um fim de tarde visto da praia de Waikiki?! Aliás essa foi praticamente minha primeira visão turística da cidade depois de chegar, pegar carro, deixar malas no hotel. Sol estava se pondo, então nada melhor do que ir para a praia e servir de companheiro a ele nos seus últimos momentos do dia.

Waikiki

Foi assim que Waikiki me recepcionou

Apesar de ser bem urbana, com hotéis em quase toda sua extensão, a praia é lindíssima, super limpa, sendo, na minha opinião, uma das melhores praias urbanas que já fui. O que não poderia ser muito diferente, afinal, estamos no Havaí. E ainda podemos desfrutar da vantagem de poder aproveitar a estrutura fornecida pela proximidade dos hotéis. Temos restaurantes a beira-mar, shows de hula-hula e fogos de artifício patrocinados pelos hotéis. Por exemplo, todas às sextas, às 17:45, o Hotel Hilton promove um lindo show com fogos na orla próxima ao Hotel, juntamente com uma apresentação de hula-hula. Imperdível. Os passeios também costumam sair dos hotéis ou de locais próximos a eles.

Um pedacinho da orla de Waikiki

A orla, em Waikiki, não é muito grande. Você a percorre facilmente a pé gastando de 30 minutos a uma hora, dependendo do seu ritmo de caminhada. Já a água é uma delícia, limpinha e transparente. Pequenas piscinas naturais são formadas por algumas barreiras que ficam a uns 800 metros da areia. Se você tiver interesse, aulas de surfe são oferecidas por professores que ficam ali nos arredores da praia, afinal não esqueça que aqui é a capital mundial do surfe. Mas para os menos corajosos, tem aula de Stand Up Paddle também.

Waikiki

Surfe urbano

 

Do outro lado da orla, fica a Kalakaua Ave. O início dela meio que se confunde com o calçadão da orla de Waikiki. Bem no comecinho, há uma pracinha, fontes e a famosa estátua de Duke Kahanamoku, um campeão olímpico nascido e criado em Waikiki. Enfim, bons lugares para sentar no final da tarde e tomar uma cervejinha. Ou simplesmente aproveitar a paisagem e ver o movimento.

Waikiki

 

À medida em que você caminha para o lado esquerdo da Avenida e sai da Orla, você entra na parte mais agitada de Waikiki. Há uma variedade enorme de atrações em ambos os lados da avenida, especialmente lojas e shopping centers. Destes, destaco o Waikiki Beach Walk, a DFS galleria e o chiquérrimo Royal Hawaiian Center. Porém, para mim, mais interessante e popular que os shoppings é o o International Market Place, uma feira bem variada, que oferece artesanato e produtos locais, comida havaiana, shows musicais e muito mais. E é justamente nas feiras e nas lojas pequenas que a gente encontra as coisas mais interessantes, que refletem o espírito da ilha. Afinal, se fosse para andar em shopping, tinha ido para Miami.

Ainda no agito de Waikiki, há diversos bons restaurantes, bares, casas noturnas e muita arte de rua: meninos tocando música havaiana, dançarinos de rua, desenhistas, pintores, dentre outros. Há uma vibe muito bacana nas redondezas de Waikiki, o que faz com que a gente vicie em passear pelas suas ruas, mesmo após um dia cansativo pelas outras partes da ilha.

Garoto tocando música havaiana em Waikiki

 

Waikiki

Show de música havaiana no International Market Place

 

Além disso tudo, em Waikiki ainda estão situados o zoológico da cidade e o museu do Exército Americano. Porém, com o tempo contado, acabei não conhecendo essas atrações, pois não sou muito chegado em Zoos e como eu já iria em Pearl Harbor, podia dispensar o Museu do Exército.

Waikiki


Resumindo, Waikiki é um excelente local para se hospedar, pois você terá bastante programação para fazer nas suas noites, após um dia de exploração no resto da ilha. Além disso, hospedado ali, fica mais fácil organizar seus passeios turísticos. Quanto à praia, não gaste muito tempo nela a não ser se o seu objetivo na ilha seja o de apenas sentar e descansar, relaxar. Um dia para conhecê-la é suficiente. Use os demais dias disponíveis para explorar as outras praias da ilha. Você não irá se arrepender

Waikiki



About Wesley Andrade

Viajante e escritor do blog Vividas Boas. Não perde a oportunidade de entrar em um avião para conhecer mais um pedaço desse mundo tão grande nessa vida tão curta. As estórias e as dicas acabam aparecendo aqui no blog entre uma viagem e outra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Banner 728 x 90