• Banner 728x90

Dicas para não perder promoções de passagens!

Como é bom viajar pagando um pechincha. Ainda mais nesses tempos de crise, com dólar e euro com cotações altas. Economizar na passagem pode ser o segredo para garantir a tão sonhada viagem ao exterior. Modéstia à parte, eu já consegui umas excelentes promoções de passagens aéreas desde que decidi que queria viajar para o maior número de lugares possível. Como os recursos financeiros são limitados, promoções, especialmente de passagens aéreas passaram a ser a chave do negócio. Alguns exemplos de grandes promoções que já peguei, já incluindo taxas, todas ida e volta: Recife-Frankfurt R$ 700,00; São Paulo-Roma R$ 700,00; São Paulo-Ushuaia com Stopover em El Calafate R$ 600,00; E agora mais recentemente uma das mais tops de todas, conseguimos comprar passagens para o Japão e para o Havaí por R$ 700 por pessoa, já incluídas as taxas.

Aí vem a pergunta: mas como conseguir esses preços ou passagens a preços tão baixos?

Então, na verdade não tem um segredo apenas. É a junção de uma série de fatores que, em conjunto, aumentam a possibilidade de conseguir uma grande oferta quando ela for disponibilizada. Mas uma coisa é certa: dificilmente a oferta vai cair no colo da gente num momento de distração, monitoramento constante e decisão rápida vão fazer toda a diferença quando a sorte grande chegar.

Vamos às dicas para garantir boas promoções:

 

1) Redes Sociais. Há diversos blogs e perfis de redes sociais especializados em divulgar tarifas super baixas. Ser cadastrado neles é FUN-DA-MEN-TAL!! E em todas as redes sociais possíveis. Aliás, especialmente nas redes sociais. Receber a Newsletter por e-mail pode não ser suficiente, pois geralmente ela é um pouco lenta para chegar. Para mim, a rede que mais funciona é o Twitter. Deixo os principais perfis com alerta no celular e quando eles postam, o celular logo apita. Ser cadastrado nas empresas aéreas e programas de fidelidade também é bom, mas só vai funcionar para as ofertas comuns. E essas grandes ofertas, na maioria das vezes, não são comuns. Muitas são erros de sistema, logo não serão divulgadas pelas aéreas. Então, olho nos perfis de promoção. Meus favoritos são Melhores Destinos, Passagens Imperdíveis e Secret Flying. Ahh, e siga o Vividas Boas no twitter também que não somos egoístas não. Se vir uma boa promoção, sempre compartilhamos por lá.

2) Buscadores. Sempre antes de procurar uma passagem, pesquise em sites que comparam e encontram os melhores preços dentre as variadas companhias aéreas. Um detalhe, uma “verdade” que tem se espalhado na rede é a de que o preço sempre estará mais barato na companhia aérea do que nas agências virtuais, como a Decolar, por exemplo. Isso não é mais uma verdade absoluta. Especialmente para as passagens internacionais. Já vi várias vezes promoções que só tinham os bons preços nesses empresas, enquanto as companhias aéreas mantinham os preços normais. Então, cheque todas as possibilidades antes de fechar a compra.

3) Milhas.  Use as milhas em seu favor. Fique atento às promoções bônus de transferência de pontos dos cartões para as companhias aéreas e também fique atento nas promoções de vendas de pontos. Muitas vezes, é furada. Mas, há excelentes oportunidades que aparecem de vez em quando. Vale a pena ficar atento nas dicas de blogs especializados em milhas. Eles sabem reconhecer bem quando uma oferta é boa ou não. O próprio Melhores Destinos é bom nisso, mas gosto muito também das dicas do Passageiro de Primeira.

4) Velocidade. Decidir sobre uma viagem, especialmente ao exterior não é uma decisão fácil. Ainda mais numa passagem super barata em que a taxa de cancelamento provavelmente superará em muito o valor pago no bilhete. Porém, na minha humilde opinião, se a oferta for muito abaixo do preço de mercado, o melhor é ter o dedo rápido no gatilho, sacar o cartão de crédito e arriscar. Irresponsabilidade? Não acho. Penso mais numa aposta. Um exemplo. A passagem que comprei para o Japão por R$ 700,00. Não tive muito tempo para pensar. Foi muito rápido, pois como foi devido a um bug no sistema da America Airlines, a passagem poderia ficar indisponível a qualquer momento. E aí, comprar? E se não pudesse viajar e perdesse esses 700 reais? Vamos aos fatos. Se tivesse feito a reserva sem o desconto, com tudo planejado, essa passagem teria saído para mim por cerca de R$ 4.000,00. Se acontece um problema e eu preciso alterar essa data, na American Airlines que foi onde eu comprei, eu teria que pagar 200 dólares mais a diferença de tarifa, caso haja. Arredondando, 200 dólares hoje valem uns 800 reais. Ou seja, se eu comprar a promoção na correria e perder, eu perco 700 reais. Se eu me programar, comprar passagem cara e precisar alterar, eu perco pelo menos 800. Na ponta do lápis, me parece valer o risco.

5) Maleabilidade. O segredo para se conseguir esses enormes descontos é poder viajar exatamente na época em que os descontos são oferecidos. Sei que para a maioria de nós, pobres mortais, é muito difícil sair de férias repentinamente ou fora da alta temporada, mas vale guardar uns diazinhos de férias ou negociar com o chefe para desfrutar desses precinhos maravilhosos (vale a pena até trabalhar dobrado quando voltar, rssss).

Espero ter ajudado ou pelo menos tê-lo instigado a entrar nesse mundo das grandes promoções! Deixo uma das fotos mais bonitas que tirei numas dessas viagens que fiz pagando baratinho.

 promoções El Calafate

About Wesley Andrade

Viajante e escritor do blog Vividas Boas. Não perde a oportunidade de entrar em um avião para conhecer mais um pedaço desse mundo tão grande nessa vida tão curta. As estórias e as dicas acabam aparecendo aqui no blog entre uma viagem e outra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • _Promo USA 728x90